Argentina: Mobilização vai recolher e divulgar depoimentos a favor do direito à educação

23 de Abril de 2019

A edição de 2019 da Semana de Ação Global pela Educação (SAME) na Argentina, será celebrada com o tema “Defendamos a Educação: Minha educação, meu direito!”, com atividades entre 24 de abril e o mês de maio. A SAME no país é promovido pela Campanha Argentina pelo Direito à Educação (CADE), em parceria com a Confederação de Trabalhadores da Educação (CTERA) e o Centro de Participação pela Paz e Direitos Humanos (CePaDeHU).

As atividades da SAME têm como objetivo exigir uma abordagem abrangente do direito à educação. Em comunicado público, as organizações que promovem a mobilização destacam que se vive em um ponto crítico para garantir os compromissos da Agenda de Educação 2030 no país, já que as meninas e meninos que iniciam a escola neste ano terminarão seus 12 anos de educação básica em 2030.

“Este é o momento ideal para questionar as partes interessadas sobre o seu compromisso e para avaliar se o direito humano fundamental a uma educação para a liberdade gratuita, pública, inclusiva e de qualidade para todas as pessoas está a caminho de se tornar uma realidade”, afirmam no comunicado.

A iniciativa também quer dar voz e ênfase às demandas políticas das e dos jovens e seu direito à participação. Pede, também, um compromisso do governo de ouvir as vozes de pessoas adultas e docentes que reivindicam o seu direito à educação.

Objetivos

As ações da SAME na Argentina buscam promover a conscientização sobre a importância de garantir o direito a uma educação plenamente inclusiva e equitativa para todas as pessoas e durante toda a vida. Além disso, querem conscientizar a população sobre os desafios para alcançar esse objetivo.

Entre os desafios, se destacam: a urgência de reconhecer a educação como um bem público e como direito de todas as pessoas, assim como um instrumento necessário para alcançar uma vida digna e o desenvolvimento sustentável; e a necessidade de estabelecer mecanismos de participação e mobilização pelo direito à educação, respeitando todas as pessoas, os direitos humanos, a diversidade e os diferentes pontos de vista.

Atividades

A SAME 2019 na Argentina mobilizará sindicatos de professores, estudantes, organizações defensoras do direito à educação e a opinião pública em torno de ações de defesa da educação, reunindo depoimentos a favor desse direito.

Autoridades serão convidadas para falar as e aos estudantes sobre suas propostas para resolver a atual crise de financiamento educacional em nível nacional.

Além disso, serão elaboradas redações, cartas e depoimentos sobre a importância da educação na vida das pessoas. As produções serão recolhidas e enviadas às autoridades responsáveis ​​por garantir o direito à educação. Também serão gravados depoimentos de estudantes de diferentes níveis educacionais, para apresentá-los durante os eventos da SAME, que acontecerão em maio.


Texto: Samuel Grillo

Tradução para o português: Júlia Mendes