Foto: Simenon

Semanas Latino-Americana e Mundial pela Educação

A CLADE considera que a mobilização social é outro elemento central das democracias ativas e participativas, colocando em prática a ação coletiva, o movimento coordenado e a expressão conjunta de ideias e pontos de vista. Nesse sentido, articulada com fóruns nacionais que são membros da Campanha em distintos países, e com redes regionais aliadas, a CLADE está envolvida em diversas ações de mobilização social para exigir a garantia de direitos. Entre tais atividades, que visibilizam as demandas da sociedade civil, estão a Semana de Ação Mundial pela Educação (SAME) e a Semana Latino-Americana pelo Direito à Educação.

A partir dessas iniciativas, realizam-se debates, manifestações, diálogos com autoridades, peças artísticas e atividades de comunicação nos distintos países da região, envolvendo os fóruns nacionais membros da CLADE, sindicatos docentes, movimentos e organizações estudantis, entre outros atores. Essas ações têm por objetivo sensibilizar os membros da comunidade educativa, autoridades e sociedade em geral, convocando-os para unir-se às ações de defesa do direito humano à educação de todas as pessoas, como uma responsabilidade dos Estados.

Todos os anos, a Campanha Mundial pela Educação (CME) coordena a SAME, que se impulsiona simultaneamente em mais de 100 países, sempre no mês de abril, que marca o aniversário do Foro Mundial de Educação de Dakar (2000). Com esta Semana, a cada ano e partir de um tema comum, os Estados são lembrados sobre os compromissos internacionais que assumiram com a realização do direito à educação. A educação de pessoas com deficiência, primeira infância, financiamento educativo e participação social estão entre os temas enfatizados nos últimos anos.

Por sua vez, a CLADE realizou em 2017 a primeira Semana Latino-Americana pelo Direito à Educação, com o objetivo de ampliar a valorização da educação pública, laica, gratuita, inclusiva e transformadora no imaginário social e nos debates públicos da região. O mês em que se realiza a Semana Latino-Americana - setembro - foi escolhido para lembrar o aniversario dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), adotados pela Assembleia Geral da ONU em setembro de 2015. Cada edição da Semana deverá enfocar um tema-chave para a realização do direito à educação na região, sendo que a primeira, com o lema "¡Financien lo Justo!", abordou a demanda por um financiamento justo e adequado para garantir uma educação pública e gratuita para todas as pessoas. Já a segunda Semana Latino-Americana, lançada em 2018, abraçou o tema "Educar para la Libertad: Diálogos y Acción por una Educación Emancipadora".



Semana Latino-Americana pelo Direito à Educação


Diseño: Catarina Bessell

Com esta iniciativa, que abraça o tema "Educar para a Liberdade", queremos convidar a cidadania da América latina e do Caribe a se mobilizar para defender uma educação emancipadora, capaz de transformar o presente e o futuro de crianças, adolescentes, jovens e pessoas adultas, a partir da reflexão, do diálogo e do pensamento crítico, e a partir da capacidade de indagar, questionar, discernir, imaginar e atuar por outros mundos possíveis.

¡Saiba mais sobre a iniciativa!


Semana de Ação Mundial pela Educação 2018


Foto: Romerito Pontes

Com o lema "Cumpram seus compromissos com a educação!", esta mobilização mundial impulsiona ações para exigir que os governos prestem contas sobre a implementação da Agenda de Educação 2030, tendo como premissa a participação ativa da cidadania no seguimento à realização desses compromissos.

¡Saiba mais sobre a iniciativa!