Foto: ACNUR

Educação de pessoas jovens e adultas

A CLADE defende o acesso à educação ao longo da vida para todas as pessoas como um direito humano fundamental, o que inclui a educação de pessoas jovens e adultas (EPJA).

Sobre a EPJA em nível regional, persistem importantes desafios e demandas de diversos setores da população ainda não contempladas, como as comunidades indígenas, população rural, pessoas privadas de liberdade, pessoas com deficiência e idosas/os. Também está pendente uma reposta dos Estados no sentido de assegurar um nível adequado de financiamento, cobertura, qualidade, pertinência, inclusão e participação para essa modalidade educativa. Segundo dados do Relatório Mundial sobre Aprendizagem e Educação de Adultos da UNESCO (2016), no mundo todo, ainda existem aproximadamente 758 milhões de pessoas adultas, entre elas 115 milhões com entre 15 e 24 anos de idade, que ainda não sabem ler nem escrever adequadamente. O relatório também revela que 32 milhões de pessoas adultas na América Latina e no Caribe são analfabetas.

Buscando reverter esse cenário e defender o direito à EPJA, a CLADE tem participado dos processos preparatórios e das diversas instâncias de acompanhamento às Conferencias Internacionais de Educação de Pessoas Adultas (CONFINTEA). Também tem impulsionado consultas aos sujeitos da EPJA, estudos, posicionamentos públicos, diálogos com autoridades e outras ações, com vistas a incidir pela realização da educação de pessoas jovens e adultas como parte integral do direito humano à educação, ressaltando seu papel “estrutural, facilitador e fundamental” na implementação da Agenda de Desenvolvimento 2030. Destaca-se, nesse sentido, a iniciativa “Ampliando Voces: Miradas y Propuestas para la Educación de Personas Jóvenes y Adultas en la perspectiva de sus sujetos”, pela qual a CLADE realiza diálogos que colocam os sujeitos da EPJA no centro do debate sobre as práticas e políticas educacionais.

A CLADE também ocupa atualmente a vice-presidência do Comitê Diretivo do Conselho Internacional de Educação de Pessoas Adultas (ICAE).