8 curiosidades sobre a Semana de Ação Mundial pela Educação

18 de Abril de 2019

A edição de 2019 da Semana Mundial de Ação pela Educação (SAME) se aproxima, uma mobilização internacional que todos os anos, começando na última semana de abril, reúne estudantes, docentes, ativistas e pessoas interessadas em atividades e debates para defender o direito humano a uma educação pública, gratuita e de qualidade para todas as pessoas, como responsabilidade dos Estados.

Como parte dos preparativos para essa grande mobilização, a Campanha Latino-Americana pelo Direito à Educação (CLADE) selecionou 8 informações e curiosidades sobre a SAME:

1. Todos os anos, desde 2001, a Campanha Mundial pela Educação (CME) coordena a SAME, uma iniciativa que é promovida simultaneamente em mais de 100 países, lembrando o aniversário do Fórum Mundial de Educação em Dakar (2000).

2. As ações da SAME têm como objetivo chamar a atenção da sociedade civil e exortar os governos sobre a necessidade de tornar real e efetivo o direito à educação pública, gratuita e de qualidade para todas e todos no mundo.

3. Este ano, a SAME começa no dia 24 de abril, focando no acompanhamento da realização do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 4, referente à educação. Este objetivo, adotado em 2015, estabelece a obrigação dos estados da ONU de – até 2030 – “garantir uma educação inclusiva, equitativa e de qualidade e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”.

4. Na América Latina e no Caribe, com o lema “Nossa educação, nossos direitos”, se promoverá a SAME 2019 com base em diálogos sobre o estado do direito à educação em nível regional e nacional, bem como atividades de comunicação e mobilização, envolvendo comunidades educacionais, sindicatos docentes, ativistas e autoridades nos diferentes países da região onde a CLADE tem membros

5. No ano passado, a SAME aconteceu de 22 a 28 de abril com o lema “Cumpra seus compromissos com a educação!”. Seu principal objetivo era responsabilizar os governos pela implementação do ODS 4 em seus países.

6. Os países adaptam o tema geral das edições da SAME às suas demandas e conjunturas locais. Por exemplo, no âmbito da SAME 2018, a sociedade civil no Brasil optou por focar na demanda por maior financiamento educacional, realizando entre suas ações o seminário “Quanto custa o ensino público de qualidade?”.

7. Em 2017, a SAME ressaltou a importância de garantir a participação da sociedade civil no acompanhamento do ODS 4, sob o lema: “Pedimos a palavra para a educação! É hora de garantir esse direito”.

8. A SAME é sempre inaugurado em abril, mas continua com atividades nos diferentes países ao longo do ano, de acordo com as realidades e os momentos mais estratégicos para os diferentes contextos. Nesta edição, as ações da CLADE no âmbito regional continuam até o dia 21 de maio. Também em maio, as atividades serão realizadas na Argentina e na Colômbia, enquanto na Bolívia e no Brasil a SAME será realizada em junho .

>> Siga as ações da SAME 2019 na América Latina e o Caribe