#PauloFreireVive: Uma educação para a democracia

No marco do centenário de Paulo Freire, celebrado no último 19 de setembro, a CLADE, articulada à Campanha Latino-Americana e Caribenha em Defesa do Legado de Paulo Freire, organizada pelo Conselho da Educação Popular da América Latina e do Caribe (CEAAL), promoveu no mês de setembro uma série de ações de comunicação, sensibilização e diálogo, para celebrar a importância do legado de Freire para a garantia de uma educação emancipadora e crítica, que fortaleça as democracias em nosso continente e em todo o mundo. Neste especial, apresentamos um percurso pelas principais atividades realizadas pela rede CLADE.

A Campanha Latino-Americana pelo Direito à Educação (CLADE), desde sua fundação, assumiu o pensamento e a pedagogia de Paulo Freire como principais fundamentos para a luta pelo direito humano à educação na América Latina e Caribe.

A educação emancipadora, o pensamento crítico, a transformação dos âmbitos e relações educativas nos espaços de construção coletiva do saber, a leitura de contextos e a procura por alternativas e ações transformadoras no horizonte da democracia têm sido linhas de trabalho estratégico da CLADE.

Assim, com a campanha #PauloFreireVive, a rede regional procurou relembrar a importância do legado do educador brasileiro Paulo Freire na promoção de uma educação emancipadora e crítica que fortaleça as democracias.

Cada semana do mês, partindo do dia 3 de setembro, membros da CLADE realizaram e divulgaram webinários, mensagens e materiais em diversos formatos compartilhados em redes sociais e outros canais de comunicação para destacar diferentes conceitos relacionados ao legado de Freire para a realização de uma educação emancipadora e democrática.

Semana 1: 3 a 10 de setembro. Ressaltou-se nas mensagens e ações a importância de Freire para a democracia, representada pela cor azul.

Semana 2: 11 a 17 de setembro. Foram destacadas mensagens, obras artísticas e materiais sobre a liberdade de expressão e as manifestações artísticas em sua relação com a educação na perspectiva de Freire, representadas pela cor violeta.

Semana 3: 18 a 24 de setembro. Foi o momento de divulgar e dar visibilidade a mensagens e entrevistas, reforçando a perspectiva do diálogo na educação freireana e sua importância para a transformação social, sendo estes conceitos representados pela cor laranja.

Semana 4: A semana final, de 25 a 30 de setembro, com a cor verde, destacou atividades e mensagens sobre o legado de Freire para a garantia da Educação de Pessoas Jovens e Adultas (EPJA) como um direito humano fundamental chave na promoção do desenvolvimento sustentável, dos direitos humanos e, consequentemente, de nossas democracias.

1ª Semana: A importância de Paulo Freire para as democracias

2 de setembro

Webinário Paulo Freire 100 anos, Esperançar e Resistir em Movimento

Organizado por: CEAAL

3 de setembro

Evento internacional: Pensamentos e práticas de Paulo Freire para responder às ameaças à democracia: perspectivas desde os continentes

Organizado por: CLADE

Este diálogo virtual também está disponível em:

>> Português 
>> Creole haitiano
>> Francês
>> Inglês

powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.

"Não vamos nos resignar com a sociedade em que vivemos, não vamos cair no conformismo, não vamos ficar simplesmente desesperados. Vamos construir nossa capacidade de “esperançar”, como dizia Paulo Freire, e essa capacidade existe na medida que temos a capacidade de olhar mais longe, mais profundamente e mais coletivamente"

Oscar Jara, sociólogo, educador popular e presidente do Conselho de Educação Popular da América Latina e do Caribe - CEAAL

2ª Semana: Expressões artísticas e cultura

powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.

Mostra Educação de Pessoas Jovens e Adultas (EPJA)

 

 

A foto faz parte da exposição fotográfica da Campanha de alfabetização e trabalho comunitário “BUAP Aprende – ensinando”, apresentada na Mostra EPJA da CLADE.

>> Conheça a experiência completa

>> Navegue pela Mostra EPJA, cujas obras foram divulgadas no contexto da 2ª semana da campanha #PauloFreireVive.

Festival pela Dignidade dos Povos

Primeira jornada: 11 de setembro

Segunda jornada: 9 de outubro

Terceira jornada: 14 de novembro

 

Carta de professores a Paulo Freire

Videoclip “Esperançar por esse chão” 

Homenagem do cantor Chico César a Paulo Freire

Podcast: o legado de Paulo Freire na América Latina e no Caribe

No centenário do educador brasileiro, Pulso Latino apresenta um podcast sobre a educação desde a perspectiva freireana. Para isso, conta com a participação de Nelsy Lizarazo, Jesús Juárez e Mónica Novillo, que apresentam um panorama da educação e seus desafios na região latino-americana e caribenha.

19 de setembro: Um dia regional pela educação

Paulo Freire e a Campanha Brasileira

Ato Político, Cultural e Pedagógico (19/9)

Plenária Mundial de Educação (20/9)

Homenagem da OMEP a Paulo Freire

Concurso de ensaios sobre as infâncias americanas: "Paulo Freire a 100 anos de seu Nascimento"

O concurso de ensaios sobre as infâncias americanas é um convite para recuperar as contribuições de Paulo Freire, referência da pedagogia crítica latino-americana, para pensar, analisar e propor alternativas frente ao panorama atual da educação no continente.

A chamada realizada pela CLADE, em aliança com a Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar (OMEP), Instituto Interamericano da Criança e Adolescentes (IIN) e FLACSO, é um convite a refletir, socializar, debater e dialogar com as contribuições de Paulo Freire, a partir dos desafios apresentados hoje pela realidade da região.

Saiba como participar

ALER e CNDE: programa de rádio e série de podcasts

ALER: Programa de rádio sobre Paulo Freire

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No marco do centenário de Paulo Freire, ALER apresenta seu programa de rádio sobre o educador com depoimentos de Ana Maria “Nita” Freire; Frei Betto, frade dominicano e teólogo da libertação; Boaventura de Sousa Santos, catedrático e sociólogo, e Lola Cendales, educadora popular.

Eduquê: série de podcasts sobre Paulo Freire

Para comemorar o centenário de Paulo Freire, a Campanha Brasileira pelo Direito à Educação (CNDE) apresenta uma série de três podcasts sobre a vida e obra do educador com especialistas no assunto.

Entrevista: "Ninguém se liberta sozinho"

Pressenza entrevistou o professor chileno de História e Geografia, José Santis, sobre o centenário de Paulo Freire, que tem inspirado gerações de maestros e professoras em todo o continente, especialmente no Chile, onde ele viveu muitos anos contribuindo para o processo da Educação Popular e da Educação para Adultos nos períodos em que governaram Eduardo Frei e Salvador Allende.

>> Leia a entrevista na íntegra

Diálogos para a Transformação Social

Entrevistada: Crispina Rodriguez, doutora em Sociologia, Cabo Verde (em português)

Aqui a versão em espanhol do diálogo com Crispina Rodriguez

 

 

Entrevistada: Antônia Simplício, do Movimento de Trabalhadores Sem Terra (MST), Brasil

Aqui a versão em português do diálogo com Antonia Simplício

Entrevistado: Iván Terceros, Cofundador da OpenLab Ecuador

EPJA: Esperançar pelo direito à educação ao longo da vida

powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.

A pandemia expôs o que Freire sempre denunciou, as profundas injustiças, desigualdades, marginalizações que existiam não só na América Latina, mas também no sul global.

Nelsy Lizarazo, coordenadora geral da CLADE em entrevista para Nota al Pie

A EPJA no centro do debate na Colômbia

Arquivo CCDE

No último 25 de setembro, os rostos e vozes da Educação de Pessoas Jovens e Adultas (EPJA) no âmbito nacional se reuniram no salão Constituição no Congresso da República da Colômbia, e também pela plataforma virtual, em um evento híbrido que recebeu palestrantes internacionais e nacionais de diferentes regiões do país, para realizar o “Encontro Nacional de EPJA rumo à CONFINTEA VII”.

Leia mais sobre o encontro 

Diálogos sobre EPJA e educação popular

A alfabetização em tempos de pandemia e a era digital (Coalizão Colombiana)

Paulo Freire 100 anos. Seu legado vive entre nós (CEAAL)

Ciclo de debates (Universidade Nacional de Educação, Equador e DVV International)

>> Você pode ver a gravação dos outros conversatórios da série neste link.

Educação para Pessoas Jovens e Adultas na região: situação, horizontes e pensamento freireano

Um diálogo virtual organizado pela Plataforma de redes regionais pela EPJA na América Latina y  Caribe.

powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.

Este diálogo também está disponível em:

>> Português
>> Francês
>> Inglês

Paulo Freire fazia uma crítica radical ao modelo hegemônico de educação, propondo a educação libertadora, dialógica, que reconhece nos educandos um saber feito de suas experiências, de sua relação com a vida, e que entende que o papel da educação é criar situações de aprendizagem, não a transferência de conhecimentos. Criar situações nas quais os educandos, a partir de sua experiência e seu conhecimento, possam apropriar-se de um conjunto de conhecimentos que ampliem sua compreensão de mundo e possibilitem a eles uma ação nova e transformadora em relação à sua realidade.

Pedro Pontual, do CEAAL e da CLADE, em entrevista para Pressenza.

E as ações continuam...

Campanha Brasileira e UnB oferecem curso sobre grandes educadoras e educadores do Brasil
Paulo Freire, Nise da Silveira, Anísio Teixeira e Anália Franco são alguns dos pensadores e pensadoras que serão estudados em cada sessão temática. As inscrições estão abertas até 31 de outubro.

Mais informações aqui


Outras Vozes em Educação organiza série de Diálogos das 100 Vozes por Paulo Freire.
Veja aqui as gravações dos diálogos virtuais e acompanhe os próximos.

 

Otras Voces en Educación organiza serie de Diálogos de las 100 Voces por Paulo Freire. Você pode ver as gravações dos diálogos viruaus e acompanhar os próximos aqui. 



Em 8 de outubro, a OMEP realizou o seminário sobre as contribuições de Paulo Freire para o exercício da pedagogia como prática política. Assista aqui a gravação.

Créditos

edición de videos y revisión: Carolina Osorio
texto, edición web y coordinación editorial: Fabíola Munhoz
texto y edición de imágenes: Thais Iervolino
ilustración: Milton Manuel Correa Nache